Alunos da Escola Municipal das Lavras de Baixo, em Socorro, recebem visita da Copaíba

O projeto “Restauração das matas ciliares de nascentes e cursos d’água na bacia do Rio do Peixe”, executado em Socorro, pela Associação Ambientalista Copaíba com apoio do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO), tem como objetivo contribuir para restauração das matas ciliares de nascentes e afluentes do Rio do Peixe.

Esse projeto teve início em 2015 (Contrato 292/2014 – MOGI 417) com o plantio de 12.600 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica. Essas mudas foram plantadas no entorno de 10 nascentes e nas margens de 8 córregos afluentes do Rio do Peixe. Nesse momento, as mudas, quase árvores, estão sendo cuidadas para continuar crescendo e, em breve formar uma nova floresta.

Outra ação importante que faz parte desse projeto é o trabalho de sensibilização ambiental que está sendo realizado com os alunos da Escola Municipal das Lavras de Baixo, bairro de Socorro, onde está localizada a propriedade em processo de restauração. A proposta é envolver a comunidade do bairro sobre a importância de recuperar as florestas para a conservação da água.

Todos os alunos da escola participaram das atividades. As representantes da Copaíba, Mayra Tavares e Vanessa Manias, visitaram a escola e passaram o dia com os alunos, compartilhando experiências e trocando novos aprendizados sobre a conservação da natureza.

O dia foi encerrado com o plantio de mudas de ipê-amarelo, que serão cuidadas pelas crianças e depois poderão fazer parte da área verde da escola.

Para Roseli Szabo, professora do 5º. ano da Escola Municipal das Lavras de Baixo, esse é um esforço que vale a pena. “Muito interessante esse trabalho na escola. Os alunos puderam perceber, na prática, a importância da preservação do meio ambiente. Aprenderam que existem pessoas que realmente se interessam na proteção da “vida verde” de Socorro, e o quanto eles também podem contribuir”, complementa a professora.

Compartilhar

Comentários