Árvores plantadas pela Copaíba recebem cuidados e manutenção

Há  alguns  meses,   durante  as  chuvas,  a Associação   Ambientalista  Copaíba deu início à restauração  florestal  de uma  importante  área na bacia do Rio do Peixe, em Socorro/SP.

Trata-se de uma área que abrange o entorno de três nascentes e  três  córregos afluentes do Rio do Peixe.

Nesse   local,  uma  primeira  etapa   do projeto “Restauração Florestal de nascentes e córregos afluentes  do  Rio  do  Peixe”   –    MOGI   476 (Contrato Fehidro 186/2015)  já  foi concluída e foram   plantadas  cerca  de  8  mil  mudas de árvores nativas da região. Em breve, mais 8 mil novas  mudas  serão  plantadas,  na   segunda etapa, ocupando uma área recuperada de Mata Atlântica de 10 hectares (100 mil m2).

Normalmente, após o plantio das mudas, toda área em  processo  de  restauração  carece  de cuidados  e  manutenção. Isso significa que as mudas  que  estão  crescendo  e se   tornando árvores, recebem uma atenção maior nos dois primeiros anos desse processo.

É  momento  então,  de  adubar  as  mudas, controlar o capim que nasce no seu entorno, e combater as formigas cortadeiras, que muitas vezes chegam  a prejudicar  o   desenvolvendo da área.

Aproveitando a chuva  nesse  mês  de maio, a equipe  da  Copaíba colocou a mão  na  massa e adubou  as  mudas  plantadas  no   local, garantindo assim o bom desenvolvimento dessas plantas.

A Copaíba espera que, em breve, uma nova floresta seja formada no local. “Assim que as árvores crescerem estarão exercendo sua função ecológica, protegendo a água e a biodiversidade. Logo, essa área será frequentada pela fauna silvestre e servirá de abrigo e refúgio para diversas espécies de animais da nossa região”, comenta Ana Paula Balderi, Coordenadora da restauração florestal da Copaíba.

Outras áreas, já reflorestadas pela própria instituição também receberam cuidados nesse período. São duas áreas localizadas em Socorro e Serra Negra/SP, que estão sendo conservadas e restauradas através dos projetos “Restauração Florestal de nascentes e córregos afluentes do Rio do Peixe” – MOGI 294 (Contrato Fehidro 186/2015)  e “Restauração Florestal de nascentes e córregos afluentes do Rio do Peixe” – MOGI 361 (Contrato Fehidro 186/2015). Juntas essas áreas somam aproximadamente 30 mil m2 de matas nativas em formação, na bacia do Rio do Peixe.

Para saber mais sobre os programas de apoio e projetos que a Copaíba desenvolve, entre em contato através do telefone (19) 3895-8382, e-mail: [email protected], ou faça uma visita à instituição, situada à Rodovia Capitão Barduíno, 788, em Socorro-SP.

Compartilhar

Comentários