A Assembleia Geral Ordinária da Copaíba reuniu, na noite de ontem, os associados para apresentação e votação dos relatórios de atividades..." />

Associados da Copaíba aprovam Planejamento das principais ações de 2017

A Assembleia Geral Ordinária da Copaíba reuniu, na noite de ontem, os associados para apresentação e votação dos relatórios de atividades e demonstrações financeiras do ano de 2016. Além desses relatórios, foi voltado o planejamento das principais ações previstas para o decorrer do ano de 2017.

Aprovado por unanimidade, o relatório de atividades de 2016 apontou grandes acontecimentos na instituição, começando pela mudança da sede e viveiro florestal. Apesar da mudança e de várias alterações na equipe executiva, em 2016, a Copaíba produziu mais de 170 mil mudas de árvores nativas da Mata Atlântica. A maior parte delas foi destinada aos projetos de restauração florestal da própria instituição e o restante foi vendido como forma de ajudar a manter as ações de conservação e restauração da natureza.

Já para o ano de 2017, está planejada a ampliação da produção das mudas no viveiro florestal. Como estratégia de fortalecer a captação de recursos, a venda das mudas nativas contribui para essa ação e, em 2017, a Copaíba produzirá 400 mil mudas. Ainda no Viveiro, estão previstas melhorias na infraestrutura e adequações que ainda são necessárias para otimizar o processo produtivo.

No setor de restauração florestal, a Copaíba continuará com seus projetos em parceria com proprietários de terra e também elaborará novas propostas, buscando suporte financeiro para recuperação de mais florestas.

Outras ações foram planejadas para os outros segmentos da instituição, como o setor da sensibilização ambiental, das políticas públicas e também de comunicação e marketing.

 A reunião foi finalizada celebrando os resultados atingidos durante o ano de 2016 e os associados vibraram, com grande expectativa, para a concretização do planejamento de 2017.

Compartilhar

Comentários