Bacia do Ribeirão da Penha, em Itapira, recebe apoio para melhorias ambientais

O Ribeirão da Penha é um importante afluente do Rio do Peixe que, junto com outros rios, córregos e ribeirões, formam a bacia hidrográfica do Rio Mogi Guaçu. Toda essa região, rica em mananciais, contribui para o abastecimento de água de parte da Grande Campinas.

E justamente com o objetivo de conservar e manter a qualidade da água e a riqueza desses mananciais que a bacia do Ribeirão da Penha foi escolhida como área Piloto do Projeto “Nascentes”, executado pela CATI através da sua Regional de Mogi Mirim.  O projeto Nascentes oferece recursos financeiros ao produtor rural por meio de projetos de subvenção e de linhas de financiamento, para proteger e recuperar nascentes através de ações e práticas conservacionistas.

Com o intuito de ampliar o impacto dos projetos e melhorar a qualidade ambiental das propriedades a iniciativa ganha força com o Verde Novo, projeto executado pela Copaíba, patrocinado pela Petrobras, que doa mudas, insumos e toda assistência técnica para o plantio e monitoramento das mudas.  Consequentemente, o resultado será água de melhor qualidade para todos os produtores rurais e moradores de lá.

Antônio de Oliveira, assistente de planejamento da CATI de Itapira acredita que é uma boa parceria entre os projetos, em que o grande beneficiário é o agricultor. “Para nós do Projeto Nascentes é interessante porque nós aplicaríamos o recurso que o agricultor tem direito, a subvenção, em conservação de solo e cercamento, e conseguimos levar mais um benefício, que é o plantio das mudas. Para as médias e pequenas propriedades isso ajuda a resolver uma boa parte do passivo ambiental. Então, o agricultor precisa gastar menos recursos próprios e ao mesmo tempo nós ampliamos a abrangência dos projetos”, comenta Antônio.

As visitas técnicas às propriedades parceiras, que receberão esse apoio, já começaram. Logo as chuvas vêm e tudo precisa estar preparado para que o plantio aconteça na época certa, garantindo o sucesso da restauração florestal.

A proprietária de terra parceira, Sirley Aparecida Orlandi, já recebeu a visita técnica na propriedade, está bastante entusiasmada com a proposta e vê nessa iniciativa uma maneira de contribuir para a melhoria da qualidade de vida. “Reflorestar as nascentes é a forma mais eficiente de preservarmos a água”, comenta, Sirley.

 

Quem pode participar?

Os proprietários de terra e agricultores de Itapira que tiverem interesse de participar podem entrar em contato pelo telefone da Copaíba: (19) 99953-8382, ou pelo telefone do EDR de Mogi Mirim: (19)3806-4008 ou na Casa da Agricultura de Itapira: (19)3863-1581. Mais informações no email verdenovo@copaiba.org.br e no site copaíba.org.br/verdenovo.

Compartilhar

Comentários