Copaíba dá início às obras do novo Viveiro Florestal

Ampliar a produção de mudas de árvores de espécies nativas sempre esteve nas metas da Copaíba. Desde seus primeiros planejamentos estratégicos a instituição almeja, através de sua missão, conservar e restaurar a Mata Atlântica das bacias dos rios do Peixe e Camanducaia. Para isso a produção de mudas é fundamental.

A produção de mudas é uma das principais áreas de atuação da instituição. Desde 2001, com as primeiras mudas produzidas, a preocupação com a conservação da biodiversidade regional acompanha as discussões mais técnicas do grupo. Ano a ano a produção aumenta. Os passos são dados conforme o tamanho das pernas e assim a instituição vem trabalhando com reconhecimento e satisfação pelos resultados atingidos.

Hoje, o Viveiro Florestal Copaíba tem capacidade de produzir 300 mil mudas por ano e já produziu mais de 1.600.000 mudas.

Essas mudas contribuíram para a restauração florestal de mais de 300 mil m2 de áreas que estão se tornando florestas atualmente.

Entre planejamentos e metas ao longo de quase 17 anos, em 2014, a Copaíba, em busca de um terreno próprio para ampliar suas ações na região, foi contemplada com a doação de uma propriedade particular de 56 mil m2, localizada no bairro da Pedra Branca, em Socorro/SP. Essa doação reforça o reconhecimento da sociedade pelo importante papel que é realizado pela instituição visando à qualidade ambiental da região.

Como muitos outros planos já realizados, essa é mais uma grande realização. O Viveiro Florestal Copaíba será implantado em uma área maior, possibilitando a produção de mais mudas e consequentemente a restauração de mais florestas.

As obras estão no início e a previsão é até o final do mês de maio a produção das mudas nativas já estar sendo realizada no novo viveiro. A Copaíba tem contado com o apoio voluntário de diversas pessoas e empresas, inclusive a Prefeitura Municipal de Socorro também tem colaborando. Graças a essas contribuições o novo viveiro em breve estará funcionando.

Compartilhar

Comentários