Copaíba realiza primeiro plantio do Programa Raízes do Mogi Guaçu

Nessa sexta, 6, teve início o Programa Raízes do Mogi Guaçu que plantou mais de 1.000 mudas de árvores nativas em uma propriedade localizada no bairro do Porto, Município de Socorro. O programa vai restaurar até 2022 o total de 100 ha de floresta com o objetivo de identificar e restaurar as matas ciliares da bacia do Rio Mogi Guaçu e dos seus afluentes, colaborando para a conservação dos recursos hídricos.

Para isso foi desenvolvido uma analise que destaca no território da bacia as principais áreas para restauração, focando em conservação de água. Por meio de parcerias locais o programa busca mobilizar e apoiar proprietários localizados nessas áreas e juntos realizar a restauração de suas nascentes e córregos.

O Programa foi criado pela WWF e International Paper e aqui na bacia do Rio do Peixe a Copaíba é parceira e executora da restauração das áreas juntamente com os proprietários de terra. Os primeiros plantios serão realizados em propriedades nos municípios de Socorro (SP), Lindóia (SP) e Bueno Brandão (MG).

“O Programa Raízes do Mogi é o resultado de parcerias que somam forças e expertises que trazem uma grande oportunidade de apoio ao proprietário rural da região de proteger suas nascentes e adequar a sua propriedade perante a lei. Os benefícios dessa restauração abrangem a população de toda a bacia. Além da recuperação das matas ciliares auxiliarem na formação de corredores ecológicos contribuindo, inclusive, para conservação da fauna.”, afirma Mayra Flores Tavares, Coordenadora de Restauração Florestal da Associação Ambientalista Copaíba.

Estiveram presentes no plantio membros da Copaíba, Felipe Feliciani da WWF, representantes da Internacional Paper, voluntários e a proprietária Vânia Godoy que comentou sobre a alegria de estar reflorestando a propriedade “Estou muito empolgada com esse projeto! Sempre preservei a propriedade e queria reflorestar as áreas que não tinham mata nativa. Agora consegui realizar esse sonho e é um orgulho, uma satisfação conseguir colocar em praticada”.

O plantio também marcou a participação da Copaíba no movimento “6D I’ts Now”. A maior cadeia de ações climáticas da história que contou com a participação de mais 600 organizações em todo o mundo. O movimento teve como objetivo promover a conscientização sobre as mudanças climáticas e a ameaça que elas representam para o futuro da humanidade ao mesmo tempo em que acontecia a COP25 (25ª Conferência das Partes), em Madrid na Espanha, onde líderes mundiais discutiram o futuro do planeta referente às mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável.

Compartilhar

Comentários