Copaíba recebe, como doação, propriedade para ampliar suas ações na região

Ao longo de seus quase quinze anos, a Associação Ambientalista Copaíba tem trabalhado fortemente na região sul de Minas Gerais e leste do estado de São Paulo, restaurando áreas devastadas, produzindo mudas de árvores nativas, desenvolvendo ações de políticas públicas ambientais e sensibilizado milhares de pessoas, entre elas proprietários de terra e estudantes.

Por meio de parcerias com proprietários de terra da região, a Copaíba já plantou mais de 300 mil mudas nativas distribuídas em mais de 2.000.000 m2 de áreas que estão se transformando em florestas.

Diante deste trabalho e das parcerias firmadas, a Copaíba conquista a confiança, o respeito e a admiração de muitas pessoas. As proprietárias, Eliane Vaz Guimarães e Eliane Aparecida da Silva, são exemplos de dedicação e apoio à conservação da natureza. Uma vontade enorme de contribuir para um mundo melhor e também para a conservação da natureza fez as proprietárias tomarem a iniciativa de doarem sua propriedade à Copaíba.

As doadoras conheceram a Copaíba por meio do Verde Novo, projeto patrocinado pela Petrobras. Em 2011 elas procuraram o apoio da Copaíba para recuperarem as Áreas de Preservação Permanente (APP) da propriedade, foi ai que nasceu a relação de confiança e reconhecimento.

Graças a elas, esse será um marco na história da instituição. Pela primeira vez a instituição recebe uma doação tão valiosa, que gerará muitos frutos. “Ficamos emocionados e imensamente gratos com a grandiosa atitude das doadoras. A partir de agora, com área própria, a Copaíba inicia uma nova fase. Nosso sonho de muitos anos, agora é realidade. Mais mudas serão produzidas e mais áreas serão restauradas”, comenta Felicio Sartori, Presidente da Copaíba.

A propriedade, localizada no bairro da Pedra Branca, em Socorro/SP, tem área suficiente para as ações de sensibilização ambiental, para a restauração florestal, e também para a produção de 1 milhão de mudas nativas, metas estipuladas pelo planejamento estratégico da Copaíba desde 2012, que agora poderão ser atingidas.

Além disso, será criada um Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), a qual será destinada à pesquisa e ações de educação ambiental. A Copaíba espera ainda contribuir e apoiar os proprietários do bairro da Pedra Branca, já que logo estará trabalhando junto à comunidade.

As doadoras viram, neste ato de doação, a garantia de continuidade e expansão dos seus próprios objetivos para a propriedade. Objetivos estes que começaram em 2008, quando da aquisição, com a recuperação das benfeitorias, instalação ecológica de coleta de água da chuva para irrigação, execução da primeira fase de recuperação das APP existentes e descanso do solo por mais de 5 anos.  “A Visão da Copaíba é a nossa Visão”, comentam as doadoras.

A Copaíba é imensamente grata às doadoras, que, com muito carinho destinaram a propriedade para uma causa nobre e que será utilizada para contribuir com a missão institucional, de recuperar florestas, conservar a água, a fauna, a flora da região, e também sensibilizar e apoiar proprietários de terra das bacias do rio do Peixe e Camanducaia.

Compartilhar

Comentários