Copaíba recebe estudantes no Viveiro Florestal

A Associação Ambientalista Copaíba realiza um importante trabalho de sensibilização ambiental com os estudantes da região das bacias dos rios do Peixe e Camanducaia.

Essa ação tem como objetivo estimular, nos estudantes, práticas voltadas à conservação da natureza. Através do “CONHECENDO O VIVEIRO”, os estudantes acompanham de perto a rotina do viveiro, conhecem o processo de produção de mudas e realizam atividades lúdicas que despertam a curiosidade pelas questões ambientais e a importância da defesa da Mata Atlântica.

Essa semana a Copaíba recebeu algumas turmas de duas escolas da região: a Escola Viverde e a Escola Municipal de Águas de Lindóia, Professor Ivan Galvão de França. Ao todo durante a semana 80 estudantes passaram pelo viveiro e levaram consigo informações que contribuirão para complementar o aprendizado em sala de aula e também algumas experiências para a vida deles.

Para a professora da Escola Viverde, Vera Inês de Freitas Gesuato, é importante estimular o aprendizado através de atividades práticas. “Com a visita eles fazem a ligação entre o teórico e pratico. Cheiros, texturas, tudo se torna mais significativo”, comenta a professora.

A Copaíba acredita que essas crianças, naturalmente multiplicadoras de conhecimento e informação, poderão passar isso adiante, aos seus familiares. Assim o aprendizado é reforçado com a vivência. “Aprendi que quando não tem plantas na margem do rio a terra cai no fundo do rio, aumenta o volume e dá enchente. Quando tem plantas, elas protegem! Fica bonito, purifica o ar e protege os rios. Elas são muito bonitas e importantes para o meio ambiente”, comenta a aluna Beatriz Monteiro Hiunes Rodriguez (8 anos).

Poderão participar da atividade “Conhecendo o Viveiro” estudantes dos ensinos fundamental e médio das escolas localizadas nas bacias do Rio do Peixe e Rio Camanducaia. Para participar, basta que Diretores, Coordenadores ou Professores entrem em contato com a instituição.

O agendamento das visitas pode ser feito através do telefone (19) 3895-8382 ou pelo e-mail [email protected].

Compartilhar

Comentários