Copaíba recupera florestas com apoio do FEHIDRO

Há poucos anos a Copaíba deu início aos projetos dos projetos “Restauração das matas
ciliares de nascentes e cursos d’água na bacia do Rio do Peixe” e “Restauração Florestal de
nascentes e córregos afluentes do Rio do Peixe”, contratos FEHIDRO 292/2014 (código MOGI
417) e FEHIDRO 186/2015 (Mogi 476), ambos com recurso financeiro do FEHIDRO (Fundo
Estadual de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo), através do Comitê de Bacia
Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu.
Todas essas áreas em processo de restauração precisam ser monitoradas e recebem
constantes manutenções. Para isso é necessário controlar as formigas cortadeiras, coroar
envolta das mudas plantadas, roçar a gramínea competidora nas entrelinhas do plantio,
adubar as mudas quando necessário, enfim, é imprescindível cuidar dessas mudas,
contribuindo o bom desenvolvimento no campo.
Essas ações de manutenção das áreas estão sendo realizadas em mais de 20 hectares.
São quase 30 mil mudas de árvores nativas da Mata Atlântica plantadas pela Copaíba
nessas áreas e que hoje estão também sendo cuidadas pela instituição.
Em breve, essa microbacia terá novas florestas formadas, contribuindo para a
conservação da água, controlando erosão e assoreamento dos cursos d´água, e mais
do que isso, proporcionando abrigo e alimento para a fauna silvestre, contribuindo
para a conservação da biodiversidade.
Essas e outras atividades da Copaíba podem ser acompanhadas também pelo
facebook.com/associacaoambientalistacopaiba.

Compartilhar

Comentários