Dia da Biodiversidade, o que estamos comemorando?

No dia 22 de Maio se comemora o dia da Biodiversidade, essa data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para conscientizar as pessoas sobre a importância de proteger a diversidade biológica que existe no nosso planeta. Quando falamos de diversidade biológica estamos dando ênfase a tudo o que conhecemos como vida, desde os micro-organismos que ajudam a fixar nutrientes no solo, até os maiores mamíferos da África.

Porém, a perda da diversidade biológica é um dos maiores desafios que se enfrenta atualmente, no Brasil e no mundo. A perda da cobertura vegetal e das espécies nativas ocorre de maneira acelerada, algumas consequências disso são: a chegada de espécies exóticas, aumento da poluição, efeitos das mudanças climáticas e aumento do desmatamento.

As consequências dessas perdas, além de serem irreversíveis, afetam profundamente os serviços ecossistêmicos dos quais nós somos totalmente dependentes. Sabe por que? Por meio dos serviços ecossistêmicos obtemos alimentos, remédios, fibras, produtos industriais e até materiais primários para o desenvolvimento de tecnologias. A maior parte desses recursos que precisamos para viver vem das florestas tropicais, das quais o Brasil possui a maior cobertura, motivo pelo qual é considerado um país megadiverso – com a maior diversidade de espécies no mundo. O país possui entre 15% a 20% das 1,5 milhão de espécies descritas na Terra.

A Nossa Biodiversidade: a diversidade da Mata Atlântica

Boa parte dessa riqueza no país está na Mata Atlântica: 44,17 % das aves do Brasil encontram-se nesse bioma (850 espécies); 37,5% dos mamíferos (270 espécies); 36,13% dos anfíbios (370 espécies); 26,28% dos répteis (200 espécies) e 7,71% dos peixes (350 espécies). É determinante o papel da conservação da Mata Atlântica para a manutenção da biodiversidade do Brasil, e para o panorama global de diversidade (Ministerio do Meio Ambiente, 2010).

Como podemos ajudar para manter essa diversidade biológica, sem sair de casa?

Todos nós, em casa mesmo, podemos ajudar a manter a biodiversidade que temos ao nosso redor! Com hábitos simples no nosso dia-a-dia: como comprar alimentos de pequenos produtores da região, separar os resíduos para facilitar a reciclagem; comprar e consumir de maneira mais consciente, reutilizar embalagens e pensar como substituir descartáveis por materiais de vida mais longa; evite o uso do plástico.

Apoiar iniciativas ambientais, que plantem árvores e restaurem florestas, que trabalham pela conservação das espécies da fauna silvestre também é uma excelente contribuição. Pequenos hábitos na sua vida geram grandes mudanças para a conservação da diversidade, comece hoje!

Compartilhar

Comentários