Estudo Inédito sobre a conservação florestal da Região é lançado pelo Projeto Verde Novo

Na Semana da Água que também se comemora o Dia Mundial das Florestas, o projeto Verde Novo lançou um estudo inédito sobre a conservação florestal da região. Os resultados do estudo geraram o Relatório técnico “Importância dos fragmentos florestais para a conectividade funcional das bacias dos rios do Peixe e Camanducaia”, que foi apresentado durante o evento organizado pela Copaíba.

Os dados alertam sobre a situação crítica em que as florestas da região estão submetidas. Segundo a Coordenadora do Relatório técnico e do projeto Verde Novo, Flávia Balderi, a Mata Atlântica dessa área está sob diversas ameaças e 94% dos fragmentos florestais foram considerados, pelo estudo, como áreas de baixo potencial de conectividade. “Isso significa que nossa região está extremamente fragmentada e que a maioria dos fragmentos estão muito isolados uns dos outros. Isso é muito grave, pois esses fragmentos estão sujeitos a desaparecem se nenhuma ação de conservação for feita”, explica a coordenadora. “As pequenas florestas, assim como as grandes áreas de vegetação nativa precisam ser protegidas, haja vista que são elas que fazem a função de conservar a rica biodiversidade que ainda existe na região”.

O estudo teve como objetivo motivar e nortear a implementação de políticas públicas de conservação, restauração e conexão das florestas em ambas as bacias. “A Copaíba espera que esse relatório possa subsidiar as ações de conservação da própria instituição e também de outras entidades. Foi um primeiro passo. Agora o convite é feito aos órgãos públicos da região, proprietários de terra, técnicos e profissionais da área, para que possamos, juntos, planejar ações de conservação dessa região”, explica a Coordenadora do projeto Verde Novo, Flávia.

O Relatório técnico pode ser encontrado na integra para download aqui.

Verde Novo

O Projeto Verde Novo é realizado pela Associação Ambientalista Copaíba, recebe o patrocínio da Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental. Tem como objetivo contribuir para a restauração e conservação da Mata Atlântica das bacias hidrográficas dos rios do Peixe e Camanducaia, localizadas entre o sul de Minas Gerais e leste do Estado de São Paulo, abrangendo 18 municípios. Através do apoio aos proprietários de terra da região, mais de 260 hectares estão sendo restaurados por meio do plantio de 400 mil mudas. Através das ações de políticas públicas e educação ambiental, o Verde Novo busca sensibilizar tanto os produtores rurais quantos estudantes moradores da região sobre a importância da conservação e restauração da Mata Atlântica.

Compartilhar

Comentários