Fauna silvestre retorna em áreas restauradas pela Copaíba

A Associação Ambientalista Copaíba tem como missão conservar e restaurar a Mata Atlântica das bacias dos rios do Peixe e Camanducaia. Para que essa missão possa ser cumprida a recuperação das matas através do plantio de mudas de árvores nativas é uma das principais ações da instituição.

O resultado desse trabalho é bastante lendo, considerando áreas que por muitas décadas foram e continuam sendo degradadas, principalmente pelo uso inadequado do solo ou pela falta de manejo correto de culturas e pastagens.

O trabalho de “recuperar” florestas tem como objetivo, inicialmente, recuperar os processos ecológicos que a mata nativa desempenha e a partir daí contribuir para a proteção do solo, da vegetação, da fauna silvestre, da água e também da qualidade de vida.

Há mais de 10 anos florestas vêm se formando com o trabalho da Copaíba e os resultados são medidos através do monitoramento realizado nessas áreas. São acompanhamentos feitos pela equipe técnica da instituição que avaliam o desenvolvimento das mudas e da área como um todo.

Um importante indicador de que a área está apresentando um bom desenvolvimento é a presença de animais silvestres. Esse é um resultado positivo da restauração florestal. “É uma satisfação enorme observar que a fauna silvestre está retornando às áreas que nós estamos recuperando. Famílias de macacos, gato-mourisco, lobo-guará, lontras, além de inúmeras espécies de aves já foram avistados nessas áreas. Sinal de que estamos no caminho certo”, comenta Ana Paula Balderi, coordenadora da restauração florestal da Copaíba.

A Copaíba entende que ainda há muito trabalho a ser feito na região, mas é através dele, em parceria com diversos proprietários de terra, que muitas florestas já estão fazendo sua função na natureza e assim, contribuindo para a conservação da biodiversidade.

Compartilhar

Comentários