Mais árvores são plantadas na bacia do Rio Camanducaia com o apoio da Copaíba

Toledo/MG é um dos 13 municípios integrantes da bacia hidrográfica do Rio Camanducaia. E é lá que um novo plantio de mudas está acontecendo com o apoio da Copaíba.

As novas árvores estão sendo plantadas nas margens do rio Camanducaia, um dos principais afluentes do Rio Piracicaba (bacia PCJ). O Camanducaia é um rio de grande importância ecológica e econômica para toda a região. É ele que contribui para o abastecimento de água da região metropolitana de Campinas.

O plantio está sendo realizado na propriedade Ramiro Zuccato Filho, no bairro Tamanduá, em Toledo, divisa com o bairro Boca da Mata, em Pedra Bela/SP. A floresta será formada por mais de 2.000 árvores, além dos pequenos fragmentos florestais já existentes, que serão conectados a partir desse novo plantio de mudas. As áreas plantadas, em breve, formarão os corredores ecológicos, tão importantes para a conservação da biodiversidade. É por meio dos corredores que a fauna silvestre pode transitar de uma floresta para outra, em segurança.

Para o proprietário Ramiro, esse plantio é só o começo de um sonho antigo. Muitas árvores ainda serão plantadas por ali. Assim a propriedade, além de produtiva, aos poucos se tornará ambientalmente adequada, com as margens do rio toda reflorestada. “Desde a época da minha formação, como agrônomo, quero construir uma propriedade produtiva e ecologicamente equilibrada. Lá, nós temos produção de milho e legumes. Temos também a pecuária e, agora, a floresta, que contribuirá para a conservação das nascentes, da fauna e da flora”, comenta Ramiro.

Após o plantio dessas mudas, outras áreas ao longo do rio Camanducaia serão preparadas para receber novas mudas nativas da Mata Atlântica, que formarão a mata ciliar. A equipe da Copaíba estará acompanhando de pertinho o andamento dessa ação. Assim, toda orientação técnica, necessária para garantir o sucesso do plantio, será dada.

Essa ação faz parte do projeto Verde Novo, executado pela Copaíba, que recebe apoio financeiro das empresas da região. E tanto o produtor rural, Ramiro, quanto a Copaíba acreditam que essa iniciativa possa incentivar outros produtores rurais a recuperarem suas florestas. Afinal, elas são fundamentais para a manutenção do equilíbrio ecológico e como disse o próprio Ramiro, “é a floresta que vai reduzir a incidência de pragas na nossa produção”.

Que essa ação se torne um exemplo e possa ser replicada para mais locais da bacia do Camanducaia!

Compartilhar

Comentários