A apresentação do 1º Pitch Day realizado dia 05/11 pelo Polo de Transformação e Inovação Digital dos Circuito das Águas..." />

Plano de Negócio da Associação Ambientalista Copaíba é selecionado por incubadora.

A apresentação do 1º Pitch Day realizado dia 05/11 pelo Polo de Transformação e Inovação Digital dos Circuito das Águas – Water Valley – teve como objetivo oferecer chance para ideias inovadoras e de impacto para o mundo dos negócios, conseguirem recursos e apoio para executarem seus projetos com excelência no mercado.

Foram  26 inscritos e oito finalistas. E dentre os três projetos selecionados, dois são de idealizadores do município de Socorro -SP: Carteira Digital de Emissão de Carbono da Copaíba e IPVA Ágil, idealizado por um grupo de amigos sócios no negócio.

Para a Copaíba, a Carteira Digital de Emissão de Carbono será uma fonte de recurso que vai ampliar a capacidade da Associação Ambientalista de oferecer benefícios para a recuperação de áreas degradadas de proprietários rurais, em 19 municípios das bacias dos rios do Peixe e Camanducaia.

Além de dar escala maior à restauração florestal, a Carteira Digital vem como uma ferramenta que insere as pessoas ativamente no combate ao aquecimento global, uma crise civilizatória e humanitária, urgente e necessária, a qual todos nós temos que enfrentar juntos.

Com informações confiáveis, o aplicativo calcula a emissão de carbono e facilita o plantio de árvores, para a neutralização da emissão de cada pessoa. O usuário pode acompanhar desde o plantio até o crescimento da sua floresta e, ainda receber um certificado validação internacional de crédito de carbono.

Em média, hoje cada pessoa emite 9 toneladas carbono/ano (consumo e deslocamento), assim, cada um de nós precisaria plantar 50 árvores/ano ou 4 arvores/mês.

“Estamos respirando 2 vezes mais dióxido de carbono do que há 2 décadas atrás. Essa emissão gera aquecimento global e perda de biodiversidade. A falta de florestas nos deixa sem segurança hídrica, energética e alimentar. Sendo que uma das mais importantes “tecnologias” para o esfriamento global é o plantio de árvores”, justificou Lígia.

Esta soma de esforços e recursos coletivos que será promovido através do App a ser desenvolvido pela Copaíba, ampliará todas as atividades da Associação, educação ambiental, políticas públicas, produção de mudas, além da restauração florestal.

“A seleção do nosso plano de negócio por uma incubadora marca mais um avanço da Copaíba. Estamos entrando no inicio de mais uma etapa de transformação da Associação, com oportunidades para muitos outros caminhos importantes. Esta é mais uma grande conquista da Copaíba ao longo de 22 anos de seriedade no trabalho em Defesa da Mata Atlântica.” Lígia Soares, captadora de recursos da Copaíba.

Agora o passo é aguardar o inicio das atividades de incubadora, como infraestrutura de coworking e networking,  mentoria com profissionais do Polo, mentores de renome convidados, mentoria internacional e financiamento para o desenvolvimento do plano de negócio.

Link do evento: https://www.facebook.com/polodeinovacaodocircuitodasaguas/videos/968596227028966/

Compartilhar

Comentários