Prefeito de Socorro visita a Copaíba e ressalta compromisso com a sustentabilidade. Nesta semana,..." />

Prefeito de Socorro visita a Copaíba

Prefeito de Socorro visita a Copaíba e ressalta compromisso com a sustentabilidade.

Nesta semana, um dos primeiros compromissos do Prefeito da Estância de Socorro, Ricardo Josué Lopes, foi uma visita guiada na Associação Ambientalista Copaíba, acompanhado pelo então secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Tiago Sartori, que também é um dos fundadores da associação sem fins lucrativos.

Assista o vídeo da visita

Na visita, recepcionada e acompanhada pelas fundadoras Flávia e Ana Paula Balderi, o prefeito pôde conhecer de perto o trabalho e a resiliência da Copaíba, que tem uma história de 21 anos em defesa da Mata Atlântica na região. Também conheceu o Viveiro Florestal e a RPPN – Reserva Particular de Patrimônio Natural, da Copaíba, única Unidade de Conservação, desta categoria, homologada no município.

Ricardo ficou impressionado e satisfeito com o reconhecimento a nível nacional e internacional, conquistado pela instituição, que recebeu, em 2020, o Prêmio Muriqui de Conservação da Biodiversidade, uma das mais reconhecidas e importantes homenagens do Brasil – reconhecida pela Reserva da Biosfera da UNESCO – relacionada às ações ambientais na Mata Atlântica.

Já a equipe da Copaíba pôde conhecer alguns compromissos e preocupações da atual gestão municipal de Socorro, em relação ao meio ambiente e sustentabilidade.

A visita teve fundamental importância para o entendimento sobre as atividades de atuação da Associação Ambientalista Copaíba, o que possibilita futuras parcerias com o poder público, como, o auxílio na elaboração de propostas leis em defesa do bioma mais ameaçado do Brasil, elaboração do Plano Municipal da Mata Atlântica.

Assim como possibilita parcerias com desenvolvimento de ações de conservação e restauração da mata nativa no município e a sensibilização para a importância da conservação da natureza com crianças, jovens e produtores rurais, por meio de vivências, dinâmicas e plantios educativos.

Compartilhar

Comentários