Recuperação das nascentes do Rio Mogi Guaçu é tema de discussão entre entidades ambientalistas, setor privado e órgãos públicos

A crise hídrica de alguns anos atrás causou forte desconforto em diversos setores econômicos, incluindo o industrial de várias regiões do país. Na bacia do rio Mogi Guaçu, preocupada com a escassez hídrica e o comprometimento da sua produtividade, a International Paper do Brasil uniu forças com o WWF Brasil para desenvolver o projeto “Recuperação das nascentes do rio Mogi Guaçu”, com objetivo de promover a restauração de nascentes nas áreas prioritárias no rio Mogi Guaçu e seus afluentes.

Para auxiliar e consolidar o planejamento das estratégias e ações do projeto foram programadas duas oficinas para serem realizadas na região com a participação de entidades ambientalistas, técnicos representantes de órgãos públicos ambientais dos municípios envolvidos e também o setor privado. A segunda delas aconteceu em Socorro, no dia 28 de maio, e teve o apoio da Copaíba para sua realização.

De acordo com Christian Giustina, geólogo e coordenador do “Relatório Parcial do projeto Nascentes do Mogi Guaçu”, as áreas prioritárias dentro da bacia hidrográfica do rio Mogi Guaçu para restauração florestal, considerando critérios hidrológicos e ecológicos, são as duas sub-bacias do Espraiado e do Alto Peixe. “A sub-bacia do Alto Peixe abrange justamente nossa região e essa iniciativa é uma grande oportunidade de somarmos esforços para recuperar nossas florestas e proteger nossos recursos hídricos. Estamos juntos nessa empreitada”, comenta Flávia Balderi, Coordenadora do Verde Novo, da Associação Ambientalista Copaíba.

Para Daniel Venturi, Analista de Conservação do Programa Mata Atlântica do WWF Brasil, a oficina em Socorro foi excelente, com representações dos governos paulista e mineiro, além da presença de organizações e coletivos que também atuam na paisagem. “Foram compartilhados os desafios na restauração florestal da região e identificadas as oportunidades e sinergias. Saiu feliz com as contribuições, para que possamos impactar ainda mais na recuperação dessa bacia tão importante para a população que vive nela”, comenta Daniel.

As ações continuam, os próximos passos serão dedicados a consolidar as contribuições recebidas e planejar a restauração florestal das áreas dessas duas sub-bacias do Mogi Guaçu.

Verde Novo

O Verde Novo é um projeto executado pela Copaíba, que recebe o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. O projeto tem como objetivo contribuir para a restauração florestal das bacias do Peixe e Camanducaia. Até hoje foram plantadas 350 mil mudas que está contribuindo com a restauração florestal de 2,3 milhões de m2 de áreas na região.

WWF

O WWF-Brasil é uma organização da sociedade civil brasileira, de natureza não-governamental e constituída como associação civil sem fins lucrativos que trabalha para mudar a atual trajetória de degradação ambiental e promover um futuro onde sociedade e natureza vivam em harmonia.

International Paper

A International Paper é líder global em papel e embalagens com operações de fabricação na América do Norte, América Latina, Europa, Norte da África, Índia e Rússia. No Brasil, suas unidades estão no Estado de São Paulo, Goiás e Amazonas, atua nos negócios: papéis para imprimir e escrever, papel para embalagens e embalagens de papelão ondulado.

Compartilhar

Comentários