Vizinhos se unem para o reflorestamento de propriedades em Munhoz

A restauração florestal vem se tornando assunto entre os proprietários da região, muitos procuram formas de cuidar das florestas e também restaurar áreas desmatadas. Pensando nisso o proprietário Luiz Carlos entrou em contato com a Copaíba para participar do Verde Novo, projeto patrocinado pela Petrobras por meio do programa Petrobras Socioambiental.

Após se aposentar, Luiz decidiu arrumar um cantinho tranquilo para viver com a família e optou por Munhoz, cidade que já conhecia há algum tempo.  “Nasci em Goiás e quando adolescente fui para São Paulo, lá descobri minha vocação em lecionar. Trabalhei como professor, coordenador por 36 anos e realizei meu mestrado voltado para ecologia, o que despertou ainda mais meu interesse pela natureza” conta o proprietário.

Luiz não tinha área suficiente para o plantio das mudas, então falou com os vizinhos que já vinha conversando há um tempo sobre a importância da conservação das matas da região que precisam ser preservadas e restauradas. Os vizinhos, João e Laerte, toparam participar do projeto e foram plantadas 1.200 mudas nas propriedades em Fevereiro deste ano e mais mudas serão plantadas na próxima estação de chuva.

O proprietário fala animado sobre as áreas que estão sendo restauradas “Nós plantamos em um ótimo período, as mudas estão magnificas e algumas com mais de um metro. Recuperar florestas significa recuperar água, significa melhorar a convivência com os vizinhos. É um exercício de se reencontrar e pensar na coletividade, é a soma de um planeta com mais flores, mais abelhas e mais qualidade de vida para todos”.

Muitos proprietários podem se beneficiar como Luiz, João e Laércio. Entre em contato (19) 9 99538382 ou cadastre-se pelo site para restaurar e proteger as nascentes de sua propriedade. O projeto Verde Novo é executado pela Copaíba, que há quase 20 anos trabalha para a restauração e conservação da Mata Atlântica das bacias do Rio do Peixe e Rio Camanducaia que estão entre municípios do Sul de Minas e Leste Paulista.

Compartilhar

Comentários